A quitosana é um polímero obtido a partir da desacetilação da quitina: uma estrutura encontrada no exoesqueleto de crustáceos, alguns insetos e fungos.

Ela tem assumido certo protagonismo na indústria de suplementos devido à sua capacidade de interagir com as gorduras dietéticas no estômago, as envolver em uma espécie de filme viscoso que, ao chegar no intestino, precipita e assim dificulta a ação das enzimas que digerem os lipídios.

Com a diminuição da absorção de gorduras proporcionada pela quitosana, este produto é tido como um aliado dos amantes de rodízio que buscam conter os danos de uma noite onde irão meter o pé na jaca.

A boa notícia é que cada grama de quitosana consegue bloquear a absorção de até 8g de gordura. A má notícia é que se essa gordura não é absorvida, ela vai ter que ser expelida, ou seja, o consumo dessa substância pode dar desconforto abdominal e vai requerer uma ida ao banheiro cerca de 40 min após o seu consumo (esteja ciente disso – risos).

Outra coisa à qual se atentar é que a absorção de alguns minerais e vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K) é reduzida, o que vai requerer um cuidado a mais para não gerar uma deficiência com o uso recorrente dessa fibra.

Quer usar quitosana? Aqui vai a posologia, já prepara o print.

Modo de usar: consuma o produto imediatamente antes da refeição e seja feliz, mas com moderação.

Este texto foi escrito por Rafael Froccowier, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@177.154.191.246.

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *