Atualmente se estima que 1 em cada 30 pessoas possuem transtorno do espectro autista.

 

O transtorno do espectro autista (TEA) afeta a capacidade de comunicação, socialização e comportamento. É uma condição neurológica que começa a se desenvolver na infância e afeta cada pessoa de maneira única. O espectro do autismo é amplo, variando de casos leves a graves. É importante oferecer apoio e compreensão aos indivíduos com autismo e às suas famílias.

 

Além de todo o suporte emocional, você sabia que a suplementação de nutrientes tem a capacidade de melhorar comportamentos gerados por esse transtorno e diminuir o risco do seu desenvolvimento? Aqui estão eles:

 

Ômega-3: Indivíduos com TEA podem apresentar microbiota alterada e consequentemente maior permeabilidade intestinal, podendo gerar neuroinflamação. O ômega-3 tem a capacidade de diminuir a inflamação e estudos têm mostrado a capacidade de melhorar a composição da microbiota.

Vitamina D: Tem capacidade anti-inflamatória, além de aumentar os níveis de glutationa e regular a serotonina, melhorando o estresse oxidativo e a inflamação, contribuindo para um melhor desenvolvimento neuronal.

Probióticos e Prebióticos: Tem a capacidade de melhorar a composição do microbioma intestinal, melhorando a permeabilidade intestinal e diminuindo os riscos de neuroinflamação, já que existe uma relação bastante íntima entre intestino e sistema nervoso central.

Melatonina: Indivíduos com TEA geralmente têm sérios problemas relacionados ao sono. A melatonina é o hormônio responsável pela regulação do ciclo circadiano, diminuindo a latência do início do sono. Assim, os indivíduos com TEA conseguem ter um sono reparador que realmente promova o descanso adequado, diminuindo o comportamento de externalização dos indivíduos com essa condição.

Folato: A suplementação de folato por parte da mãe na gravidez contribui positivamente para reduzir os riscos de distúrbios de neurodesenvolvimento como o TEA.

 

Esse texto foi escrito por Eduardo Novaes, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@177.154.191.246. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos, mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por @certosaude)

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *